sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Concurso Nacional de Leitura – 2012/13 – 7ª edição

Primeira Fase (Fase das Escolas) a decorrer durante o 1º período na Escola Secundária de Oliveira do Douro. A 12 de dezembro, pelas 14h30 (45m), realizam-se as provas no Auditório da escola. A fase distrital será em abril. A última fase, a nível nacional, acontece em maio e será transmitida pela RTP.

Se gostas de ler, concorre!

image

 

Reader sensitivity / Sensibilidad lectora (autor?)
           
in http://bibliolectors.tumblr.com/tagged/reading+and+art/page/26,
                                                                          [consult. em 31/10/2012]

As obras selecionadas para leitura são
  1º escalão
-
A lua de Joana, de Maria Teresa Maia Gonzalez

 


image

Ao lermos a «Lua de Joana», não podemos deixar de pensar na forma como, muitas vezes, relegamos para segundo plano aquilo que realmente é importante na vida. Este livro alerta-nos para a importância de estarmos atentos a nós e ao outro, e de sermos capazes de, em conjunto, percorrer um caminho que conduza a uma vida plena…Foi já há quinze anos que «A Lua de Joana» foi publicada.
Com mais de 300 000 exemplares vendidos nas suas inúmeras edições, com traduções em seis países, impôs-se como uma referência incontornável na literatura juvenil portuguesa e mundial.


- Os da minha rua, de Ondjaki

 
image



Há espaços que são sempre nossos. E quem os habita, habita também em nós. Falamos da nossa rua, desse lugar que nos acompanha pela vida. A rua como espaço de descoberta, alegria, tristeza e amizade. Os da Minha Rua tem nas suas páginas tudo isso.

2º escalão
- A cruz vazia, de Maria Teresa Maia Gonzalez

  image

A amiga de Maria Inês, poucos dias antes de morrer, oferece-lhe uma cruz. Vazia. Agnóstica, Maria Inês pensa em vendê-la e esquecê-la. Mas o antiquário informa-a que o seu valor material é muito superior ao que estaria à espera, pelo que, paradoxalmente, decide guardá-la. É a partir desta cruz vazia, e devido a outra grande perda - a morte de seu pai - que Maria Inês inicia uma cura com o seu passado, cruzando-se com as memórias da infância e da sua família: pai, mãe, a irmã Verónica, sempre a favorita. Mas não só a cruz ajudará nesse caminho: também a clarividência luminosa do seu sobrinho preferido, permitirá que outros que já amou regressem à sua vida e que um segredo finalmente se desvende. Na linguagem cuidada a que a autora nos habituou, um romance que também nos fará descobrir que há sempre mais do que é visível numa qualquer cruz vazia. A amiga de Maria Inês, poucos dias antes de morrer, oferece-lhe uma cruz. Vazia. Agnóstica, Maria Inês pensa em vendê-la e esquecê-la. Mas o antiquário informa-a que o seu valor material é muito superior ao que estaria à espera, pelo que, paradoxalmente, decide guardá-la. É a partir desta cruz vazia, e devido a outra grande perda - a morte de seu pai - que Maria Inês inicia uma cura com o seu passado, cruzando-se com as memórias da infância e da sua família: pai, mãe, a irmã Verónica, sempre a favorita. Mas não só a cruz ajudará nesse caminho: também a clarividência luminosa do seu sobrinho

- O velho que lia romances de amor, de Luís Sepúlveda

 




image

Antonio José Bolívar Proaño vive em El Idilio, um lugar remoto na região amazónica dos índios shuar, com quem aprendeu a conhecer a selva e as suas leis, a respeitar os animais que a povoam, mas também a caçar e descobrir os trilhos mais indecifráveis.
Um certo dia resolve começar a ler, com paixão, os romances de amor que, duas vezes por ano, lhe leva o dentista Rubicundo Loachamín, para ocupar as solitárias noites equatoriais da sua velhice anunciada. Com eles, procura alhear-se da fanfarronice estúpida desses "gringos" e garimpeiros que julgam dominar a selva porque chegam armados até aos dentes, mas que não sabem enfrentar uma fera a quem mataram as crias.
Descrito numa linguagem cristalina e enxuta, as aventuras e emoções do velho Bolívar Proaño há muito conquistaram o coração de milhões de leitores em todo o mundo, transformando o romance de Luis Sepúlveda num "clássico" da literatura latino-americana.

in http://www.wook.pt/, [2/11/2012]

Consulta aqui (em anexo) os regulamentos do concurso

PARTICIPA! INSCREVE-TE, na Biblioteca,
ATÉ 30 DE NOVEMBRO!

Sem comentários: