quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

A equipa da BE-ESGN deseja a tod@s Festas Felizes

                      A ESTRELA

Eu caminhei na noite
Entre silêncio e frio
Só uma estrela secreta me guiava

Grandes perigos na noite me apareceram
Da minha estrela julguei que eu a julgara
Verdadeira sendo ela só reflexo
De uma cidade a néon enfeitada
 
A minha solidão me pareceu coroa
Sinal de perfeição em minha fronte
Mas vi quando no vento me humilhava
Que a coroa que eu levava era de um ferro
Tão pesado que toda me dobrava
 
Do frio das montanhas eu pensei
«Minha pureza me cerca e me rodeia»
Porém meu pensamento apodreceu
E a pureza das coisas cintilava
E eu vi que a limpidez não era eu

E a fraqueza da carne e a miragem do espírito
Em monstruosa voz se transformaram
Disse às pedras do monte que falassem
Mas elas como pedras se calaram
Sozinha me vi delirante e perdida
E uma estrela serena me espantava

E eu caminhei na noite minha sombra
De desmedidos gestos me cercava
Silêncio e medo
Nos confins desolados caminhavam
Então eu vi chegar ao meu encontro
Aqueles que uma estrela iluminava


 

E assim eles disseram: «Vem connosco
Se também vens seguindo aquela estrela»
Então soube que a estrela que eu seguia
Era real e não imaginada

Grandes noites redondas nos cercaram
Grandes brumas miragens nos mostraram
Grandes silêncios de ecos vagabundos
Em direcções distantes nos chamaram
E a sombra dos três homens sobre a terra
Ao lado dos meus passos caminhava
E eu espantada vi que aquela estrela
Para a cidade dos homens nos guiava

E a estrela do céu parou em cima
de uma rua sem cor e sem beleza
Onde a luz tinha a cor que tem a cinza
Longe do verde azul da natureza

Ali não vi as coisas que eu amava
Nem o brilho do sol nem o da água

Ao lado do hospital e da prisão
Entre o agiota e o templo profanado
Onde a rua é mais triste e mais sozinha
E onde tudo parece abandonado
Um lugar pela estrela foi marcado
 
Nesse lugar pensei: «Quanto deserto
Atravessei para encontrar aquilo
Que morava entre os homens e tão perto
 

SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN
In Livro sexto, 1962
recolha do prof. Rafael Tormenta 

O Natal na BE-ESGN

decoração natalícia, por alunos dos 7ºM e 12º D
orientados pela profª Sandra Rodrigues

  decorações natalícias

mensagens de Natal, pelas turmas do 7ºK, L, M e CEF,
em português, espanhol, francês e inglês,
orientados pelas professoras
Rosário Jacob, Elisabete Melo, Amélia Poças, Cristina Sousa, Ana Pinto,
Palmira Pereira, Ana Paula Sousa e Isabel Seca

  msgs natal

 

 

painel natalício

painel natalício por: profª Andrelina Silva e prof. Rafael Tormenta

 

BOM 2017

MUITAS LEITURAS

nos livros, nos gestos simples
nos sorrisos doces

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

ENCONTRO NATALÍCIO COM LIVROS

Feira do Livro na BE-ESGN
para toda a comunidade educativa

feira

De 12 a 16 de dezembro, as turmas da ESGN, docentes, EE e AO do AEGN
fizeram uma visita à Feira do Livro.
Deram a sua opinião sobre títulos de livros da Feira, a serem adquiridos para a BE. Fizeram
apreciações acerca da atualidade / variedade de títulos disponíveis, tendo a maioria considerado, no questionário online, que houve bastantes títulos atuais e muito boa variedade.


Star

LER AOS MAIS NOVOS

ler aos   novos

MOMENTOS de NATAL
aos alunos do pré-escolar
Na manhã do dia 12/12, para os pequeninos
da EB1 do Freixieiro, em visita à Feira,
decorreram momentos de animação
por alunas do 8ºJ e aluna do 11ºA
com
---- leituras alusivas ao Natal ----
poemas,
“Conto de Minha Filha”, de Carlos Malheiro Dias
e
as canções “Noite Feliz” e
Toca o sino”.
A estes momentos, do agrado de todos,
seguiu-se o desfolhar/desfrutar
dos livros para a infância,
pelos pequeninos do pré-escolar,
repletos de curiosidade, acompanhados
pelo saber estar no mundo das palavras.
Também aqui tiveram a intervenção de alunas
do 8ºJ e da aluna do 11ºA,
em momentos de leitura muito enriquecedores

momentos de leitura

Feliz Natal com Livros

Star

domingo, 4 de dezembro de 2016

Feira do Livro na BE-ESGN --- 12 a 16/12/2016

para toda a comunidade educativa
ENCONTRO NATALÍCIO
COM LIVROS

  cartaz 2016

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

500 anos do “Cancioneiro Geral”, de Garcia de Resende

 

Obra de compilação da poesia palaciana dos séculos XV e XVI, pelo escritor natural de Évora, Garcia de Resende (1470-1536) – poeta, historiador, músico, e arquiteto (provável autor do desenho da Torre de Belém).

No cancioneiro geral: elogio das letras; incentivo aos poetas. Foi a primeira coletânea de poesia impressa no nosso país. Contém quase 1000 composições de 286 autores.

Áreas temáticas - poesia amorosa, poesia religiosa, poesia satírica, poesia épica, poesia dramática.

As duas poesias mais conhecidas são
Cantiga sua, partindo-se, de João Roiz de Castelo Branco
(poeta, cortesão, cavaleiro nobre e fidalgo da casa real, séculos XV e XVI)
e Trovas à morte de Inês de Castro,
do próprio Garcia de Resende
_

Cantiga sua, partindo-se, de João Roiz de Castelo-Branco

 

Senhora, partem tam tristes
meus olhos por vós, meu bem,
que nunca tam tristes vistes
outros nenhuns por ninguem.

Tam tristes, tam saudosos,
tam doentes da partida,
tam cansados, tam chorosos,
da morte mais desejosos
cem mil vezes que da vida.
Partem tam tristes os tristes,
tam fora d’esperar bem
que nunca tam tristes vistes
outros nenhuns por ninguem.

              Cancioneiro de Resende, II
                   [poema cantado por Amália,
                   Adriano Correia de Oliveira, Vitorino, Quarteto 1111]

recolha pelo prof. Castro Alves

 

  WP_20161130_005

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Marcadores de livros - 9ºI – out/2016

Marcadores de livros, comemorativos do mês internacional das BE,
criados por alunos do 9º ano, em EV - out/16,
orientados pela professora Andrelina Silva

 

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Ilustrações do conto “Viver como as flores”

“Aprender com a BE”
Atividade prévia à abordagem do bullying
pré-leituras ao livro “O cão que comia a chuva”, de Richard Zimler
parceria be-esgn / EC – 7º K, L, M
out/2016

 

sábado, 15 de outubro de 2016

OUTUBRO - Mês Internacional da Biblioteca Escolar / 20 anos RBE (Rede de Bibliotecas Escolares)

LOGO ISLM
image

rbe 20 anosimage

Na biblioteca escolar os seus utilizadores têm acesso a variados recursos e a atividades/ projetos que contribuem para a formação integral de crianças e jovens.

Apresentação das Bibliotecas Escolares do AEGN
integradas na RBE

   

School

A BE-ESGN celebra esta efeméride com um conjunto de atividades:

LOGO ISLMexposição de marcadores elaborados pelos alunos dos 7º, 8º e 9º anos, em EV, com sugestões de títulos de livros indicados pelos alunos do 7º ano, na receção aos alunos, a 15/set

 

 

9º I
orientação da
profª Andrelina Silva

9I

 

LOGO ISLMvisitas guiadas/ formação do utilizador, outubro/novembro, 7º, CEF, 10º anos e VOC SEC – trabalho de pesquisa/ trabalho escolar

 

LOGO ISLMrenovação da atividade “Maleta da Leitura”, acompanhada de Ficha de Leitura

 

LOGO ISLMdivulgação das listas do PNL (julho/2016) - obras na BE-ESGN

 

 SunMessenger Escola Messenger Sun


image
image

recolha de imagens pela profª Palmira Pereira

          A MAGIA DAS BIBLIOTECAS

 

Cartazes comemorativos

cartaz bibliotecas concelhio

Cartaz concelhio

cartaz be-esgn

Cartaz da BE-ESGN

Aprecia os cartazes comemorativos e relaciona-os com o tema deste ano –   “Learn to decode your world
                        “Aprende a descodificar o teu mundo
Num breve comentário, salienta o contributo das Bibliotecas Escolares – a leitur@, os livros, a pesquis@ – para a tua compreensão/ integração no mundo que te  rodeia.

Deixa o teu comentário neste blogue

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

“Halloween”/ 31 de outubro – atividade comemorativa

  image

CHOOSE ONE OF THE HALLOWEEN SHORT STORIES BELOW

AND ILLUSTRATE IT

- - - you can draw or find a suitable picture - - -

 

  image

image

  image

image

  image

image

  image

[in http://www.scaryforkids.com/halloween-tales/, 27/10/2016]

image

 

Hairy Toe, excerpted from Spooky Maryland / retold by S.E. Schlosser

Once there was an old woman who went out in the woods to dig up some roots to cook for dinner. She spotted something funny sticking out of the leaves and dug around until she uncovered a great big hairy toe. There was some good meat on that toe which would make a real tasty dinner, so the old woman put it in her basket and took it home.

When she got back to her cottage, the old woman boiled up a kettle-full of hairy toe soup, which she ate for dinner that night. It was the best meal she'd had in weeks! The old woman went to bed that night with a full stomach and a big smile.

Along about midnight, a cold wind started blowing in the tops of the trees around the old woman's house. A large black cloud crept over the moon and from the woods a hollow voice rumbled: "Hairy toe! Hairy toe! I want my hairy toe!" Inside the house, the old woman stirred uneasily in her bed and nervously pulled the covers up over her ears.

From the woods there came a stomp-stomp-stomping noise as the wind whistled and jerked at the treetops. In the clearing at the edge of the forest, a hollow voice said: "Hairy toe! Hairy toe! I want my hairy toe!" Inside the house, the old woman shuddered and turned over in her sleep.

A stomp, stomp, stomping sound came from the garden path outside the cottage. The night creatures shivered in their burrows as a hollow voice howled: "Hairy toe! Hairy toe! I want my hairy toe!" Inside the house, the old woman snapped awake. Her whole body shook with fright as she listened to the angry howling in her garden. Jumping out of bed, she ran to the door and barred it. Once the cottage was secure, she lay back down to sleep.

Suddenly, the front door of the cottage burst open with a bang, snapping the bar in two and sending it flying into the corners of the room. There came the stomp, stomp, stomping noise of giant feet walking up the stairs. Peeping out from under the covers, the old woman saw a massive figure filling her doorway. It said: "Hairy toe! Hairy toe! I want my hairy toe!"

The old woman sat bolt upright in terror and shouted: "I ATE your hairy toe!"

"Yes, you did," the giant figure said very gently as it advanced into the room.

No one living in the region ever saw the old woman again. The only clue to her disappearance was a giant footprint a neighbor found pressed deep into the loose soil of the meadow beside the house. The footprint was missing the left big toe.

http://www.sheknows.com/parenting/articles/1016713/scary-halloween-stories-for-kids, 27/10/2016

 

image

 

Some facts about Halloween

 

ENTREGA OS TEUS TRABALHOS NA BE-ESGN, até 6/11/2016

………..Gato……….

image

recolha pela profª Palmira Pereira

Prémio Nobel da Literatura 2016 – Bob Dylan

Homenagem

  WP_20161020_004

pelo prof. Rafael Tormenta

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Bob Dylan - Prémio Nobel da Literatura 2016

image

Bob Dylan é o 113.º vencedor do prémio máximo literatura, "por ter criado novas expressões poéticas na tradição da canção americana." Uma escolha que não deverá ser unânime entre a crítica.

Bob Dylan é o vencedor do prémio Nobel da Literatura 2016, “por ter criado novas expressões poéticas na tradição da canção americana”. O anúncio foi feito esta quinta-feira pela Academia Sueca, em Estocolmo. “É um poeta maravilhoso”, justificou a secretária permanente Sara Danius. É a primeira vez que o Nobel é entregue a um compositor, “que pode e deve ser lido”, para além de escutado.

Apesar de Bob Dylan ser presença habitual nas listas que tentam adivinhar qual será o vencedor, é uma escolha que pode ser polémica, sobretudo porque a carreira de Robert Allen Zimmerman — verdadeiro nome de Dylan — é sobretudo musical. O norte-americano de 75 anos merece o Nobel porque “é um grande poeta”, capaz de se “reinventar” ao longo de 54 anos de carreira, justificou Sara Danius, que garantiu ter havido “grande unanimidade” entre os jurados. Sobre se antecipa críticas à escolha da Academia, respondeu simplesmente um “espero que não.” E acrescentou: “Talvez the times they are a’changing“, numa alusão à música de Dylan com o mesmo nome.

Já em 2008 o músico venceu um Pulitzer especial pelo seu “profundo impacto na música popular e na cultura americana, marcado pela sua composição lírica de extraordinário poder poético”.

[http://observador.pt/2016/10/13/bob-dylan-e-o-vencedor-do-premio-nobel-da-literatura/, 13/10/16]

Ler +

Bob Dylan tinha um arquivo secreto com mais de seis mil peças

Ler notícia aqui

Ateliê de Literacia Matemática

  poster alea

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

2016-2017






WP_20160321_001 - Cópia“Olhando o rio me vejo, eu mesmo fluindo, em travessia do tempo. Essa viagem é sempre sem retorno? A poesia me dá um barco, mais um remo que é o sonho. E eu aprendo a navegar ao invés da corrente. Como se dentro do rio um outro rio fluísse em contratempo…”
                                                in Mia Couto, pensageiro frequente, (janeiro de 1999)
 

“… o paraíso não é um lugar, é um breve momento
que conquistamos dentro de nós.”
                           in Mia Couto, pensageiro frequente, (abril de 2004)

 

   Todos vêem uma gota
   de água no oceano
   mas poucos o oceano
   numa gota de água


 

Se estás vivo
aproveita a vida  A vida
é um desses convidados
que não te visita duas vezes

                                                                                 in Kabir, O nome daquele que não tem nome

Rainbow   um Bom ano   Rainbow

muitas Leituras